10 formas de gerir a ansiedade enquanto tenta engravidar

Mulher contente e relaxada na praia

Quando se decide ter um filho, fazem-se planos e idealiza-se como será o momento do nascimento ou com quem irá ser parecido. No entanto, a natureza é soberana e cada mulher tem o seu timing. O facto de não engravidar rapidamente não deve ser motivo para preocupações e o melhor que tem a fazer é manter os níveis de ansiedade controlados.

1. Praticar exercício físico

O exercício físico é uma ótima forma de combater a ansiedade, considerando que  aumenta a produção de serotonina. Este neurotransmissor é de extrema importância, pois contribui para a regulação do humor, do apetite, do sono, da temperatura corporal e das funções intelectuais. Para além de tudo isso, o exercício físico também contribui para o controle do peso corporal da mulher, um hábito que deve incutir desde logo, de forma a assegurar uma gravidez o mais saudável possível.

2. Fazer meditação

Para combater as emoções menos positivas causadas pela ansiedade de não conseguir engravidar, nada melhor do que meditar. Na prática de meditação o foco é a respiração, em detrimento dos pensamentos. Ao inspirar e expirar lentamente reduzem-se as ações do sistema nervoso autónomo, nomeadamente o batimento cardíaco. As alterações fisiológicas e a libertação da mente conseguidas com a prática de meditação, proporcionam um bem-estar considerável, o que será fundamental para gerir o nervosismo que caracteriza a fase da conceção.

3. Partilhar tudo com o companheiro

Os sentimentos da mulher devem ser partilhados com o companheiro. Muitas vezes, ambos têm os mesmos receios e, ao partilharem, não só vão perceber que estão juntos nesta aventura, como vão reforçar a relação para o que der e vier. Quando se partilham as incertezas e a ansiedade com o parceiro, tudo se torna mais leve e mais fácil de gerir.

4. Atividades prazerosas

Fazer aquilo que mais gosta é uma excelente maneira de se abstrair dos pensamentos persistentes, nomeadamente: será que estou grávida?! Ler, passear, arranjar um novo passatempo, fazer uma massagem, jardinar, sair com as amigas, ir ao cinema ou a um museu são programas a considerar para combater a ansiedade. O importante é fazer coisas que a façam sentir bem, e estar com pessoas que lhe transmitam energia positiva e tranquilidade.

5. Não comentar a vontade de engravidar

A vontade de partilhar com as amigas e com a família nem sempre ajuda nestas situações. A pressão exercida inconscientemente pelas pessoas vai aumentar a ansiedade ao não se conseguir engravidar. Estes vão fazer perguntas, vão querer dar palpites e sugestões, falar sobre a sua experiência, no entanto, esta “ajuda” pode acabar por causar ainda mais ansiedade num casal já ansioso. Mais vale esperar… depois terão muito tempo para trocar impressões!

6. Relativizar

Relativizar é a chave para conseguir gerir as emoções diárias de uma mulher que quer muito engravidar e está a tentar tudo para consegui-lo. Desvalorizar os problemas do quotidiano e relativizar o facto de ainda não ter engravidado são fatores essenciais para manter a calma e a descontração necessárias. Ao preocupar-se com estas questões, perde tempo e energia que podia dedicar a outras coisas importantes (como as dicas desta lista!).

7. Moderar as expectativas

Ao planear demasiado, cria expectativas que poderão não corresponder à realidade e isso pode fazer disparar ou aumentar os níveis de ansiedade. Quando o casal decide que quer ter um filho, é porque já foram discutidas todas as questões que esse passo implicará na relação. No entanto, o casal não deve ser rígido nos planos que faz, nomeadamente na questão do tempo para engravidar, considerando que pode demorar o tempo previsto ou muito mais do que isso, mas nem por isso há motivos para angústia.

8. Hábitos saudáveis

Seguir uma dieta saudável é indispensável para se sentir bem e sem stress. Determinados alimentos, tais como o café, podem aumentar o batimento cardíaco e desta forma contribuírem para elevar os níveis de ansiedade. Substâncias alcoólicas e tóxicas, como as bebidas ou o tabaco, também promovem um estado de ansiedade. Em contraposição, uma dieta rica em espinafres ou em frutos cítricos contribui para o relaxamento, além de conterem propriedades importantes para a gravidez como o ácido fólico. É fundamental preparar o corpo para a gravidez também!

9. Evitar assuntos relacionados com gravidez

Evite tudo aquilo que lhe faça lembrar que ainda não conseguiu engravidar. Livros ou filmes sobre gravidez, estar com amigas que tiveram filhos há pouco tempo, não são boas opções se não está a lidar bem com este tipo de ansiedade.

10. Diminuir o stress

A rotina diária provoca elevados níveis de stress, que propicia o acréscimo da ansiedade. Diminua o ritmo de trabalho, desacelere as suas rotinas e procure usufruir de uma maior tranquilidade no seu quotidiano.

A sua votação: